5 Motivos para ver Moana: Um Mar de Aventuras

criticas, Especiais, notícias

Essa quinta – feira estréia a nova animação da Disney Studios, Moana: Um Mar de Aventuras que traz para as telonas a história sobre uma adolescente polinésia que se aventura pelo Oceano Pacífico para desvendar o mistério que envolve seus ancestrais. Durante esta grande aventura, ela encontra o “espirituoso” e poderoso semideus Maui (voz de Dwayne Johnson na versão original, que tem outros projetos com a Disney) e, juntos, eles embarcam em uma viagem cheia de ação, enfrentando criaturas inusitadas, algumas até ferozes, e muita diversão. Nós já vimos o filme e, como gostamos, mantendo a tradição, ao invés de crítica vamos com 5 motivos para você assistir e mais nossa “Chuck Nota” no final.

1 – Uma Mitologia Para chamar de sua…

Mostrando uma tendência de valorizar seus diferentes públicos, a Disney cada vez mais usa seu poder globalizador para aproximar pessoas do mundo inteiro a cultura das quais elas provavelmente não tenham acesso. No caso de Moana, é muito agradável fazer um “mergulho” na cultura polinésia, um lindo conjunto de ilhas que fica no sul do Oceano Pacífico, e tem uma mitologia extremamente rica, vinda de lendas de povos milenares da região.

2- Visual de férias…

Fazendo jus ao cenário escolhido para a animação, Moana tem um trabalho de design de arte impecável. A variedade na paleta de cores do mar impressiona, e graças a isso as cenas tem um movimento muito fluído e bonito de se observar, guardadas as devidas proporções, mais ou menos como a “savana” se comportava em O Rei Leão. Outro aspecto interessante é como há uma mescla de traços 2D com 3D em determinados personagens. Ainda sobre a parte técnica, preciso deixar uma “observação”, a dublagem nacional apresenta alguns problemas de mixagem de som, e as vozes dos personagens parecem estar sempre um tom abaixo da melodia das canções, inclusive prefiro nem falar sobre essa parte musical justamente para não ser injusto.

3 – O Que Moana tem a ver com Aladdin?Imagem do Filme Moana

Como sempre insisto, para uma animação dar certo, é preciso ter bons personagens coadjuvantes, e Moana tem sucesso nesse quesito, não tanto pelos mascotes fofinhos da princesa Moana, mas sim por causa de Maui, originalmente dublado pelo The Rock. O Semi- Deus causa uma quebra no filme quando aparece, introduz humor e define bem a proposta da animação. O personagem é muito criativo, desde o uso hilário de suas tatuagens tribais, ao carisma que remete ao próprio Dwayne Johnson. Vale a comparação com o efeito que o gênio causa quando surge em Aladdin, que coincidentemente é dos mesmos diretores.

<Confira também as melhores animações de 2016>

4 – Uma dupla que apronta altas confusões na Disney…

E por falar em diretores, Ron Clements e John Musker tem muita história no cinema de animação. A começar que foram responsáveis por uma nova fase de sucesso das animações da Disney com o lançamento de A Pequena Sereia, que foi o primeiro de uma leva que incluiu Aladdin, A Bela e a Fera, O Rei Leão e Hércules. Em Moana: Um Mar de Aventuras com certeza se vê muito da ação e humor do ótimo Hércules (1997), e do estilo de princesa de A Pequena Sereia (1989). Apesar de achar uma grande bobagem esse movimento politicamente correto que tende a ir contra as princesas tradicionais, não há como negar que tratar as meninas com certa independência e sem necessidade de um par romântico é um evolução interessante nos conceitos de animação.bebê Moana (Moana baby)

5 – Rindo “litros”

É bem verdade que o filme faz suas acrobacias para assimilar melhor o público infantil e esse deve sair muito satisfeito, principalmente com os animais de estimação da Moana, um porquinho fofo e uma galinha atrapalhada. Mas o humor trazido principalmente pelo Maui vai entreter o público adulto, se esse já não estiver bastante impressionado com o visual e mitologia que o filme apresenta…

É isso ai, confira o trailer e nossa Chuck Nota logo abaixo…



Gostou? Deixe seu comentário e siga a gente nas Redes Sociais